VÍDEO: Luciene coloca aviso em porta de hospital contra ‘mau atendimento’; sindicato dos médicos fala em ‘assédio moral’

Um aviso fixado na porta do Hospital Materno Infantil de Bayeux gerou mal-estar entre o Sindicato dos Médicos da Paraíba e a prefeitura da cidade. No aviso, a prefeita Luciene Gomes (PDT) pede que a população denuncie se houver mal atendimento por parte dos profissionais da saúde que atendem na unidade.

“Você que é funcionário do hospital, pago com recurso público, trate bem as pessoas, se não for para atender bem o paciente, não venha trabalhar ou peça exoneração”, diz o aviso. A prefeita colocou um número de telefone para que os pacientes falem diretamente com ela para denunciar supostos casos de mau atendimento.

Por meio de vídeo, o presidente do sindicato dos médicos, Márnio Costa, criticou a atitude da gestão municipal, alegando que a saúde municipal “sofre de graves problemas estruturais, a exemplo de falta de condições de trabalho dignas, falta de segurança, falta de pessoal, falta de insumos e falta de medicamentos”, disse. 

Ainda por meio da nota, o sindicato classifica o aviso como “assédio moral” e acrescenta que “Essa conduta da prefeita é gravíssima, pois incentiva e joga a população contra os servidores públicos, encorajando os usuários a agredir verbalmente e até mesmo fisicamente os profissionais de saúde”, afirmou.

Nas redes sociais, o assunto dividiu as opiniões. De acordo com a TV Cabo Branco, pacientes aprovaram a medida, mas os médicos das unidades de saúde reprovaram o aviso.

VEJA VÍDEO:

Mais Bayeux