QUARENTENA: má postura pode contribuir para dores no pescoço – por Jerry Boni

Olá!

Hoje vou falar de algo que incomoda a muita gente, inclusive em tempos de quarentena, quando muitos utilizam com frequência o celular e aparelhos eletrônicos: a dor no pescoço.

As dores no pescoço são terríveis. Elas surgem graças a anomalias em músculos, nervos, ossos ou ligamentos da coluna cervical.

As principais causas de dores no pescoço são as dores miofasciais, que decorrem de traumatismos e sobrecargas na coluna cervical.

Em casos menos frequentes, o problema pode ser oriúndo de tumores ou de problemas de saúde que acompanham o paciente desde o seu nascimento. 

Tensão muscular

Algumas situações típicas de uma quarentena prolongada causam a dor no pescoço: tensão muscular provocada por estresse, má postura no uso de aparelhos como o computador ou o celular, bruxismo, travesseiros inadequados ou mesmo a má posição ao dormir. 

Isso acontece quando a musculatura cervical se contrai, diminuindo o fluxo sanguíneo na região, provocando a dor.

Traumatismos ou hérnia de disco

Também há outras causas, como em pessoas que sofreram acidente de trânsito, que bateram a cabeça ao mergulhar em piscinas ou caíram ao praticar algum esporte radical.

Outra razão pode ser o desgaste dos discos invertebrais, considerados os amortecedores da nossa coluna, localizados entre as vértebras. Nesse caso, a dor no pescoço costuma irradiar para o braço.

O que fazer?

Eu sempre disse: o mais indicado é procurar ajuda médica. É ele quem vai avaliar o seu caso e dizer exatamente qual o seu diagnóstico. Posso adiantar, porém, que o tratamento para aliviar a dor no pescoço, dependo dos sintomas e das causas, pode incluir medicamentos anti-inflamatórios, relaxantes musculares e analgésicos.

O tratamento também pode incluir fisioterapias, massagens, acupuntura, exercícios e cuidados com a postura. 

Dr. Jerry Boni – RQE: 5907 / CRM: 8753 

Médico Ortopedista e Traumatologista com treinamentos no Brasil e no Exterior, na área clínica e artroscópica Cirurgica do Ombro e cotovelo.

Contato: (83) 999411630

Atendimentos:
Clinor – unidades do Centro, Bancários e Praia

Site: www.meuortopedista.com.br