Praticantes de tênis: atenção à saúde do cotovelo – por Jerry Boni

O tênis é um ótimo esporte para ganhar resistência e melhorar a saúde vascular. No entanto, ele, também, pode ser traiçoeiro quando relacionado às articulações, em especial, ao cotovelo. Por um tenista usar com muita frequência essa região do corpo, o estresse por repetição pode levar a fraturas e complicações futuras.

O principal problema gerado é chamado de epicondilite lateral, mais conhecido como cotovelo de tenista. Essa é uma condição que causa dor no cotovelo e fraqueza no antebraço. Essa complicação pode acontecer à medida que as pessoas envelhecem, especialmente se fizerem muitas atividades ou trabalhos usando essas estruturas. Também pode acontecer quando as pessoas se machucam ou fazem os mesmos movimentos repetidamente, como, no caso, o tênis.

Os sintomas mais comuns são:

Dor de cotovelo – é o principal sintoma da tendinopatia do cotovelo;

Fraqueza muscular – os músculos do antebraço podem ficar fracos quando você agarra ou aperta algo; e

Inchaço – algumas pessoas podem ter um leve inchaço na área do cotovelo.

Na maioria das vezes, essa condição melhora por conta própria, mas pode levar meses para cicatrizar completamente. Para ajudar a melhorar, você pode:

Descansar o cotovelo e o braço;

Colocar gelo no local; e

Fazer alongamentos e fisioterapia.

Para ajudar a prevenir essa condição, você pode:

Fazer pausas quando fizer atividades em que há muitos movimentos noo cotovelo e o pulso;

Mantenha os cotovelos ligeiramente dobrados ao fazer exercícios ou levantar objetos; e

Se você joga tênis, dê um golpe de backhand com as duas mãos.

Para dúvidas, deixe um comentário aqui no post.

Dr. Jerry Adriano Boni – CRM/PB 8753 – RQE 5907 – SBOT 14257 – Ortopedia e Traumatologia