PGR nega pedido de retorno de Berg Lima à Prefeitura de Bayeux

A Procuradoria-Geral da República (PGR) foi contrária ao retorno do prefeito afastado de Bayeux, Berg Lima. O parecer divulgado nessa terça-feira (10), respondeu a um recurso da defesa do político que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF).

A ministra Rosa Weber, relatora do caso, já havia negado uma liminar ao parecer da PGR. Berg Lima foi afastado da prefeitura do município em julho de 2017, quando foi preso após um flagrante de recebimento de propina de um empresário da cidade.

O afastamento do político da prefeitura foi definido pelo Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB). Berg virou réu em uma ação penal por concussão, que é quando um servidor público exige para si vantagens indevidas.