Petistas planejam entrar com 1 milhão de pedidos de habeas corpus para Lula

Imagem: reprodução

Um grupo de militantes petistas e de movimentos populares planeja lançar uma campanha nas redes sociais para estimular os simpatizantes do partido a ajuizarem no país inteiro um milhão de pedidos de habeas corpus a favor de Luiz Inácio Lula da Silva. O objetivo é assegurar judicialmente a candidatura do ex-presidente e impedir a prisão dele, que foi condenado em segunda instância pelo Tribunal da Lava Jato, em Porto Alegre, no caso do tríplex do Guarujá.

Oficialmente, a ação do grupo não tem relação com o partido.Uma reunião dos organizadores estava prevista para acontecer nesta sexta-feira (2), na sede do PT, mas a direção partidária cancelou. Não quer vínculo direto com o movimento para não parecer provocação ao Judiciário. A orientação aos dispostos a entrar na Justiça é que façam modelos de HCs diferentes, para impedir que todos sejam juntados e apenas um juiz tome uma decisão única sobre todas as ações. O objetivo é dificultar.

Numa das mensagens que a Gazeta do Povo teve acesso, a organização estabelece o prazo de 40 dias para que essa meta de 1 milhão seja alcançada e diz que isso deve ser a prioridade no momento. “Se possível, repetir está mensagem durante dias inteiros seguidos para que se dê um tempo nas postagens e nos dediquemos todos a isso. Agora é a hora”.

Os signatários da mensagem afirmam que o objetivo é ‘travar o Supremo’. “Vamos travar o STF e chamar a atenção internacional. E barrar definitivamente a vontade deles de tirarem Lula das eleições” diz o texto do movimento, que pede ainda aos administradores das redes sociais de apoio ao ex-presidente que recomendem a todos “manter o foco” nessa missão.

Fonte: Gazeta do Povo