Idosos entre 80 e 84 anos podem receber 2ª dose da vacina nesta sexta, em Campina Grande

Os idosos entre 80 e 84 anos que já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 podem receber, nesta sexta-feira (2), a segunda dose do imunizante, em Campina Grande. A vacinação ocorre depois que o município recebeu 18.150 novas doses. A imunização será realizada das 13h às 18h em nove pontos fixos, incluindo a Pirâmide do Parque do Povo.

Para receber a dose de reforço, os idosos precisam apresentar um documento de identificação pessoal e o cartão de vacina com o registro do recebimento da 1ª dose.

“Mesmo sendo um feriado, nossas equipes estão trabalhando desde a logística do recebimento das doses até a vacinação para aplicar a 2ª dose neste público no tempo certo”, destacou o Secretário de Saúde, Filipe Reul.

A Secretaria de Saúde já havia iniciado a aplicação da segunda dose desse público esta semana, vacinando os idosos do drive-thru e os acamados. A ação desta sexta é voltada para aqueles que receberam a primeira dose nas Unidades Básicas de Saúde ou nos pontos fixos no início do mês de março.

A grande maioria das vacinas é voltada à aplicação das segundas doses de vários grupos. Um percentual mínimo, de 580 doses, é reservado ao início da próxima fase, que inclui idosos de 60 a 64 anos de idade. As estratégias para essa nova etapa serão definidas através de uma reunião do Comitê Municipal de Imunização, que envolve vários setores.

 

O cadastramento para os acamados a partir de 60 anos acima já está disponível no site da prefeitura da cidade. No site também é possível fazer a comunicação de reações adversas após receber a vacina. As informações serão enviadas pela Secretaria Municipal de Saúde ao Ministério da Saúde, que reportará os problemas aos laboratórios que produzem os imunizantes.

Campina Grande já vacinou 45.221 pessoas, entre idosos, profissionais de saúde, coveiros, agentes do serviço funerário e operários de coleta de resíduo hospitalar. Desse total, 5.801 pessoas tomaram a 2ª dose da vacina. Das 63.507 doses recebidas, 64,1% já foram administradas.

Fonte: G1