Dores pelo corpo: tipos, causas e tratamento – por Jerry Boni

Olá!

O tema sobre o qual quero discutir hoje certamente afeta a todos os leitores: a dor.

De forma geral, dor é uma experiência que a grande maioria das pessoas já sentiu ou vai sentir um dia. Ela pode ser sensorial ou emocional.

Trata-se de uma sensação desagradável, que ocorre em diferentes graus de intensidade – do desconforto leve à agonia –, podendo resultar da estimulação do nervo em decorrência de lesão, doença ou distúrbio emocional.

Podemos dizer, também, que a dor é uma resposta do nosso corpo a algo que não está bem em nosso corpo, a um estímulo nocivo a nossa saúde.  

Em casos de dores fisiológicas, conseguimos senti-las graças a terminações nervosas independentes dos neurônios localizadas fora da coluna espinhal, no gânglio de raiz dorsal. Essas terminações são estimuladas mecânica, elétrica, térmica e quimicamente, transmitindo seus sinais por fibras nervosas até os neurônios sensoriais da medula.

Agora que já aprendemos um pouco sobre o que vem a ser a dor, é importante também saber quais são os tipos de dores.

Tipos

As dores podem ser localizadas (em um ponto específico do corpo) ou difusas (espalhadas pelo corpo, como no caso da fibromialgia).

dor aguda se manifesta transitoriamente por um período curto e na maioria das vezes com causas facilmente identificáveis. Funciona como um alerta do corpo para lesões em tecidos, inflamações ou doenças, centralizada primeiro e depois capaz de se tornar difusa. Seu tratamento, geralmente, é fácil e rápido.

Já a dor crônica é aquela que excede seis meses, às vezes anos, sendo constante e intermitente. Quase sempre está associada a um processo de doença crônica.

As dores cutâneas, localizadas e de curta duração, ocorrem na pele: ocorrem quando há queimaduras de primeiro grau e cortes superficiais. Nesses casos, são transmitidas através de receptores sensoriais (terminações nervosas) que enviam sinais que causam a percepção da dor são ativados nos tecidos cutâneos inferiores. 

Uma dor somática tem origem nos ligamentos, ossos, tendões, vasos sanguíneos e nervos. Poucos receptores de dor nestas regiões produzem uma sensação maçante, mal localizada e de maior duração. É a dor que uma pessoa sente quando quebra o braço ou torce o tornozelo, por exemplo.

dor visceral se origina dentro dos órgãos e cavidades internas do corpo. O ataque cardíaco é um bom exemplo, podendo primeiramente causar dor no ombro, estômago, braço e na mão.

Principais doenças relacionadas

Embora algumas doenças se manifestem de forma assintomática e sem causar dores, como é o caso de alguns tipos de câncer primários, a maioria é percebida de forma bastante dolorosa: Tonsilite (amidalite), Apendicite, Artrite, Ataque cardíaco, Bursite, Cefaleia, Ciática, Colite ulcerosa, Doença pulmonar, Disfunção temporomandibular e dor orofacial, Dor de cabela Tensional, Dor de ouvido, Enxaqueca, Fascite plantar, Fibromialgia, Gastrite, Gota, Hemorroidas, Hérnia de disco, Infecção do trato urinário, Infecção aguda no ouvido, Meningite, Nevralgia do trigêmeo, Osteoartrite, Otite, Pedra nos rins, Rompimento do Menisco, Tendinite e Úlceras.

Tratamentos

Cada uma dessas dores requer uma forma diferente de tratamento. Algumas são facilmente identificáveis e tratada com um simples analgésico, enquanto outras requerem um diagnóstico mais preciso e um tratamento mais prolongado. Por isso, a dica é nunca automedicar-se. É sempre importante buscar ajuda médica.

Nos próximos textos, vamos falar sobre o tratamento de algumas dessas dores.

Dr. Jerry Boni – RQE: 5907 / CRM: 8753 

Médico Ortopedista e Traumatologista com treinamentos no Brasil e no Exterior, na área clínica e artroscópica Cirurgica do Ombro e cotovelo.

Contato: (83) 999411630

Atendimentos:
Clinor – unidades do Centro, Bancários e Praia

Site: www.meuortopedista.com.br

 

com saúde.ig