Discurso de padre sobre Bolsonaro ‘não representa Igreja’, diz Diocese de Guarabira

A Diosece de Guarabira informou, nesta segunda-feira (01), que o discurso do padre Adauto Tavares, da Paróquia de Nossa Senhora de Guadalupe, em Guarabira, em relação ao presidente Jair Bolsonaro ‘não representa o posicionamento da instituição nem da Igreja Católica’> O sermão do religioso ‘viralizou’  depois que o sacerdote chamou o presidente de ‘imoral e irreponsável’ em uma missa online.

Conforme a instituição religiosa, em nota ao Arapuan Verdade, da rádio Arapuan FM, “o discurso do padre representa o posicionamento pessoal dele é não tem o aval da Diocese de Guarabira nem da Igreja local”, disse por meio da assessoria de comunicação.

Durante o sermão, o padre chamou o presidente ” de imoral, irresponsável, genocida e desonesto e “alguém que tem prazer em matar e tirar a vida das pessoas”, disse. O pároco também criticou as pessoas que não cumprem os decretos para conter o avanço da pandemia. Conforme ele, “já basta aquele desorientado”, se referindo ao presidente da República.

O padre comentou, também, sobre a administração da crise sanitária pelo governo Bolsonaro, além de criticar a demora para a chegada das vacinas e da imunização da população.