Comissão processante aprova continuidade de processo contra Luiz Antonio

A comissão processante que investiga o prefeito interino Luiz Antônio (PSDB) decidiu dar prosseguimento ao processo contra o gestor, nesta quarta-feira (28). A votação foi unânime.

Nesse processo, o prefeito é investigado por supostamente ter solicitado propina de R$ 100 mil ao empresário Ramon Acioly um dia antes do prefeito Berg Lima ser preso em flagrante. O objetivo de Luiz Antônio seria usar o dinheiro para divulgar na imprensa um vídeo de Berg Lima recebendo propina. O então vice-prefeito foi gravado por um circuito interno de câmera e o fato foi divulgado pelos meios de comunicação.

A próxima fase do processo será ouvir as testemunhas de defesa e de acusação. Logo depois, o próprio prefeito interino será ouvido. Em seguida, a comissão processante apresenta um parecer, que depois é submetido ao plenário da Câmara. Para cassar o prefeito é necessário um placar qualificado de 2/3, o que corresponde a 12 votos favoráveis à cassação. A Câmara de Bayeux é constituída por 17 vereadores.

Mais Bayeux