Câmara de Bayeux discute políticas para pessoa com deficiência

A Câmara de Bayeux realizou nesta terça-feira (17), uma Sessão Especial, transformada em ‘Audiência Pública’ para discutir importantes questões acerca da Pessoa com Deficiência.

Para a vereadora França, autora da propositura, a realização da Sessão Especial, demonstra a sensibilidade e preocupação da Casa, na discussão de um tema tão atual e relevante.

“Essa Casa é sensível e preocupada com a população. Nosso propósito é fazer com que a Câmara forme a ‘frente parlamentar da pessoa com deficiência’, de modo a discutir essa temática, buscar meios de garantir direitos e trabalhar em prol dessa importante parcela da população, que deve ser tratada com respeito e atenção”, ponderou a parlamentar.

Ana Carolina Guimarães, Presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência exaltou a iniciativa da Casa Severaque Dionísio, e falou da garantia de acessibilidade como um dos grandes desafios para o município. “Buscamos melhor qualidade de vida para todos e a acessibilidade é fundamental nesse processo. Nossa cidade está agora buscando discutir a acessibilidade”.

“Vir até a Câmara, ir às escolas, realizar encontros, debates e discussões, são meios pelos quais buscamos tratar de modo efetivo, acerca dessa temática. Essas ações promovem a sensibilização das pessoas”, acrescentou.

Luiz Raimundo, Coordenador do Centro de Referência e Inclusão da Pessoa com Deficiência – CRIS, falou sobre a abrangência da instituição que atende atualmente mais de 300 usuários, oferecendo atendimento em libras braile, educação física, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição, psicologia, psicopedagogia em autismo, psicopedagogia clínica, assistência social e terapia ocupacional. Além de oferecer cursos de capacitação, com certificados reconhecidos pelo Conselho Municipal de Educação.

“É de extrema importância para a valorização da pessoa com deficiência, discutir as políticas públicas, valorizar os centros de referência. Bayeux, assim como todo Brasil não há acessibilidade física. Nós temos políticas de acessibilidade, isso é verdade. Avançamos bastante. Discutir o tema com a sociedade é fundamental para que aumente essa inclusão e valorização”, afirmou Luiz.

Estefânia Santos, mãe de um usuário do CRIS afirmou ser muito importante a discussão do tema, já que a cidade tem um grande número de pessoas portadoras de deficiência. “Cada ano que passa, superamos mais um obstáculo, vencemos mais uma etapa. A ação da Câmara é mais um importante passo em nossas conquistas”, ponderou.

O professor João Batista Barbosa, Presidente do Conselho Municipal de Educação em Bayeux, afirmou que a política para a pessoa com deficiência em Bayeux tem sido bastante significativa com grandes avanços, porém ainda precisa ser melhorada, a ser otimizada. Segundo ele, o número de pessoas com deficiência no âmbito do município é de cerca de 10% da população, por isso é “necessário pensar, viver e construir a perspectiva da mudança, a quebra de paradigmas para construir uma nova história”, concluiu.

 

Fonte: Ascom Câmara de Bayeux

Créditos Foto: Jhonn Alves

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.