BAYEUX: julgamento de Expedito Pereira é adiado no TRE e defesa volta a reafirmar inocência de ex-prefeito

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) adiou, nesta quinta-feira (27), o julgamento de um recurso apresentado pelo ex-prefeito de Bayeux, Expedito Pereira (MDB), contra condenação por inelegibilidade.

O julgamento foi remarcado para a próxima segunda-feira (01), em razão da ausência justificada do Juiz Antônio Carneiro. O TRE vai decidir se Expedito Pereira cometeu crime eleitoral ao realizar contratações por excepcional interesse público em 2016, ano eleitoral.

O advogado de defesa de Expedito Pereira, Francisco Fidellis, voltou a reafirmar a inocência do ex-prefeito.

“Continuamos confiantes na Justiça e no bom direito do Dr. Expedito Pereira, para que o TRE dê provimento à Remessa, reformando a sentença que lhe condenou à inelegibilidade e pagamento de multa”, informou.

 

Mais Bayeux