Bayeux contraria decreto estadual e mantém igrejas abertas com 30% da capacidade; VEJA VÍDEO

Contrariando decreto estadual que proíbe cultos e missas presenciais por um período de 15 dias, na Paraíba, a prefeita Luciene Gomes, de Bayeux,  deliberou pela abertura dos templos religiosos na cidade. Conforme o decreto municipal, as igrejas poderão funcionar com 30% da capacidade.

Conforme nota divulgada pela prefeitura, a fiscalização das determinações será realizada de forma conjunta pelas Secretarias de Saúde, Segurança, PROCON e a Procuradoria, que deliberaram sobre o Decreto Municipal com as medidas preventivas contra a Covid-19.

Em relação aos cultos, Luciene Gomes recebeu pastores em seu gabinete, e em vídeo divulgado nas redes sociais, informou que não poderia tomar a decisão antes de ouvir os religiosos. O decreto, no entanto, é menos restritivo do que o que foi determinado pelo Governo do Estado. Dessa forma, o texto poderá ser questionado judicialmente.

Bayeux está incluída na bandeira laranja do Plano Novo Normal Paraíba, elaborado pelo Estado.

O decreto – Além da liberação dos cultos, o decreto prevê outras medidas, como a proibição da locomoção noturna. Estão vedados a qualquer indivíduo a permanência e o trânsito em vias, locais e praças públicas, das 22h às 05h, de 24 de fevereiro até 10 de março.

Os serviços de transporte público funcionarão até as 22h, ficando os respectivos funcionários e colaboradores autorizados a realizarem o deslocamento para suas residências até às 23h. As demais medidas são semelhantes ao que consta no decreto estadual.

Confira mais:

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por Luciene Gomes (@prefeitaluciene)

 

Mais Bayeux