BAYEUX: Berg Lima depõe à Câmara sobre irregularidades no pagamento da guarda municipal

O prefeito de Bayeux, Berg Lima, foi ouvido nesta segunda-feira (30), pela Comissão Processante da Câmara Municipal de Bayeux, no processo que investiga supostas irregularidades no pagamento de adicional noturno a guardas municipais. 

Trata-se do primeiro pedido de cassação do gestor. O segundo pedido aponta suspeitas de irregularidades no contrato entre a prefeitura e a empresa que faz a coleta do lixo e o terceiro investiga supostas no Departamento de Trânsito da cidade (DMTRAN).

Após ouvir Berg Lima, a Comissão Processante tem o prazo de cinco dias para apresentar o parecer final recomendado a cassação ou não do prefeito. 

A comissão processante é formada pelos vereadores Adriano Martins (presidente), França (relatora) e Lico (membro). Depois de ouvido, Berg Lima tem cinco Dias para as alegações finais, e depois a comissão fará uma reunião para votar o parecer que será apresentado pela relatora.