VEJA VÍDEO: Leon confessa que matou Expedito Pereira a mando de José Ricardo

O acusado de ser o executor do ex-prefeito Expedito Pereira, Leon Nascimento dos Santos confessou que matou o médico por iniciativa do sobrinho da vítima, José Ricardo Pereira.

Em vídeo divulgado pela TV Cabo Branco, do depoimento à polícia, Leon afirma que Ricardo Pereira era responsável por administrar as finanças do tio e estaria fazendo mal uso dos recursos, inclusive com a prática de agiotagem.

De acordo com o executor, Ricardo desejava não ser descoberto pelo tio diante dos desmandos praticados nas contas do tio. Leon afirma que teria sido ameaçado por Ricardo a fim de que praticasse o crie. 

A defesa de Ricardo Pereira rebateu o depoimento de Leon afirmando que a declaração dele não passa de uma “encenação”. Falou ainda que o sobrinho de Expedito não é o mandante do crime e nega qualquer envolvimento de Ricardo na morte do ex-prefeito. 

As prisões e o crime

As prisões dos dois acusados de envolvimento no assassinato do ex-prefeito de Bayeux, Expedito Pereira, foram convertidas em prisão preventiva na última sexta-feira (12). O sobrinho de Expedito, José Ricardo, é apontado como mandante, já Leon Nascimento dos Santos é apontado como executor do crime.

Jean Carlos da Silva Nascimento, que está foragido, também teria participado do crime. Expedito Pereira foi baleado quando caminhava em uma calçada da Avenida Sapé, na capital, em dezembro do ano passado. A motivação do crime teria sido financeira. 

A defesa de Jean negou a participação do crime. “É importante deixar claro que não existem nos autos prova alguma da participação do denunciado Gean Carlos no referido crime, com exceção da fala de Leon Nascimento na colaboração premiada”, disse.

VEJA VÍDEO:

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por Portal do Litoral (@portaldolitoralpb)

 

Mais Bayeux