TSE apresenta notícia-crime contra Bolsonaro por vazamento de inquérito que cita TRE da Paraíba; VEJA VÍDEO

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apresentou nesta segunda-feira (9) ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma notícia-crime contra o presidente Jair Bolsonaro por vazamento de inquérito sigiloso da Polícia Federal que investiga suposta invasão hacker aos sistemas da Justiça Eleitoral no ano de 2018.

O inquérito da PF se baseia em um relatório do TSE que cita um vazamento de dados no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), e que teria afetado outros tribunais. Segundo o documento, o vazamento ocorreu por meio de uma empresa presta serviços de manutenção telefônica para o tribunal e invadiu o sistema eleitoral.

Após a divulgação do relatório, o TRE-PB informou que o vazamento de dados não representou riscos à integridade das eleições de 2018. Agora, a notícia-crime apresentada pelo TSE será analisada no inquérito das fake news, que apura a disseminação de conteúdo falso na internet e ameaças a ministros do Supremo.

Procurado pela reportagem do Polêmica Paraíba, na época, o TRE disse que tomou providências assim que soube do vazamento de dados.

“A empresa que prestava serviço telefônico no TRE da Paraíba fez mau uso do acesso VPN que possuía para ter acesso à central telefônica e ficou olhando máquinas em outros TRE’s e no TSE. Descobrimos isso e de imediato suspendemos o acesso que eles tinham, avisamos ao TSE e o TSE pediu investigação à polícia federal. Tudo isso está devidamente documentado”, disse José Cassimiro Júnior, Secretário de Tecnologia da Informação e Comunicação do (TRE-PB).

RELEMBRE: