Por aumento de casos de covid-19, Prefeitura de Esperança institui toque de recolher até fim do mês

O município de Esperança tem enfrentado um aumento nos casos de covid-19 e a Prefeitura decidiu instituir um toque de recolher entre as 21h e as 5h até o dia 31 de maio. O decreto, que data do dia 3 de maio, também prevê recolhimento nos fins de semana durante esse período (nos dias 8, 9, 15, 16, 22, 23, 29 e 30).

O texto prevê multa de R$ 100 para quem for flagrado sem máscara nas ruas da cidade. Estão proibidas apresentações artísticas e festas, o que pode acarretar multa de R$ 500 para quem organizar tais eventos.

A venda de bebidas alcoólicas está proibida durante esse período e os bares e restaurantes só poderão funcionar de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, podendo fazer entregas até às 22h.
A realização de atividades religiosas presenciais está suspensa durante este período, assim como quaisquer tipos de aulas, que devem ser realizadas apenas de forma remota.

Hospitalizações – Localizado na macrorregião de saúde que tem Campina Grande como polo, Esperança é o município com mais pacientes internados com covid-19, no Hospital das Clínicas.

De acordo com o diretor do hospital, Jhony Bezerra, a maior parte dos pacientes internados no hospital, cuja UTI já atingiu 100% de ocupação, é oriunda de Esperança, totalizando 12 pacientes internados.