Operação Calvário: investigação aponta indícios contra deputada estadual Estela Bezerra, diz desembargador

A deputada estadual Estela Bezerra (PSB) foi citada na decisão do desembargador Ricardo Vital, do Tribunal de Justiça da Paraíba, como um dos alvos a serem investigados dentro da Operação Calvário, que investiga esquemas de corrupção nas áreas da saúde e da educação no governo da Paraíba.

Conforme decisão do desembargador Ricardo Vital, divulgada nesta terça-feira (15), em julgamento de pedido de uma série de medidas cautelares feitas pelo Ministério Público da Paraíba, há indícios da vinculação de deputada em condutas criminosas. A citação da parlamentar feita pelo desembargador consta no item da sentença que explica a competência da corte para julgar o pedido feito pelo MP por ter pessoas com prerrogativa de função, conhecido popularmente como foro privilegiado, entre os investigados.

O G1 entrou em contato com a assessoria da deputada Estela Bezerra, que informou que em breve vai se posicionar sobre a citação do desembargador na decisão.

Ainda de acordo com a decisão da medida cautelar inominada que tinha como objetivo a determinação de mandado de busca e apreensão em locais ocupados pelos investigados, bem como da quebra do sigilo eletrônico dos alvos da Calvário. No pedido feito pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público da Paraíba, não consta o nome da deputada Estela Bezerra.

Foram alvos dos pedidos de busca e apreensão e quebra do sigilo telemático na sexta etapa da Operação Calvário:

 

Fonte: G1 PB

Créditos Foto: ALPB/Divulgação