LUTO: morre Irmão Firmino da tapioca, grande empreendedor Paraibano -VEJA VÍDEO

José firmino sobrinho, conhecido como ‘Irmão Firmino da tapioca’ morreu na manhã desta terça-feira (27), aos 71 anos, vítima de um câncer de próstata. O velório e sepultamento irão acontecer no distrito do cajá nessa quarta-feira (28), às 9h.

Irmão firmino era proprietário de um dos pontos comerciais de rota de viagem mais famosos da Paraíba, a tapiocaria fica no distrito de Cajá, às margens a BR 230.

CONHEÇA OS SINTOMAS E PREVENÇÕES PARA O CÂNCER DE PRÓSTATA: 

Sintomas de Câncer de próstata:
Na fase inicial, a maioria dos pacientes não apresenta sintomas relevantes, mas podem apresentar sintomas relacionados a outra doença comum que acompanha o envelhecimento do homem, a hiperplasia benigna da próstata, com sintomas miccionais leves a moderados de dificuldade miccional. Nenhuma anormalidade pode ser observada ao toque ou pode-se sentir um nódulo endurecido na próstata.

Na doença avançada, podem ocorrer sintomas mais intensos obstrutivos miccionais causado pelo crescimento local do tumor com compressão da uretra prostática. Em alguns casos os sintomas são decorrentes da doença que está se espalhando pelo organismo, principalmente para os ossos ou pelo seu crescimento loco-regional, causando obstrução dos rins pela invasão dos ureteres.

Prevenção
Alguns médicos recomendam a realização do toque retal e da dosagem do PSA a todos os homens acima de 50 anos. Para aqueles com história familiar de câncer de próstata (pai ou irmão) antes dos 60 anos, os especialistas recomendam realizar esses exames a partir dos 40 anos. Entretanto, vale lembrar que somente o médico pode orientar quanto aos riscos e benefícios da realização desses exames. Não existem evidências de que a realização periódica do toque retal e dosagem de PSA em homens que não apresentem sintomas diminua a mortalidade por câncer de próstata.

Leia Também:   Mulher é presa ao procurar atendimento no HRC após ficar ferida em tentativa de roubo em Sousa

 

Fonte: Polêmica Paraíba

Créditos: Polêmica Paraíba