João Pessoa vai bloquear por 30 dias quem agendar vacinação contra Covid-19 e não comparecer

A Prefeitura de João Pessoa vai bloquear as pessoas que agendarem a vacinação contra Covid-19 e não comparecerem no local da imunização. Segundo o Secretário de Saúde do município, Fábio Rocha, o CPF das pessoas que agendarem e não comparecerem à vacinação só será desbloqueado para novo agendamento após 30 dias. Quem apresentar atestado médico ou outra justificativa plausível será debloqueado antes do fim do prazo.

De acordo com a Secretaria de Saúde do município, o bloqueio já deve começar a partir desta sexta-feira (9) com a chegada de novas doses da Coronavac no estado e reabertura do agendamento em João Pessoa.

“Se a pessoa agora não vai comparecer [ao local de vacinação] por conveniência, ela vai ter que arrumar uma justificativa”, disse o secretário na manhã desta quinta-feira, em entrevista à TV Cabo Branco.

Neste primeiro momento, quem faltar a vacinação após agendamento e tiver uma justificativa plausível deve comparecer à Rede de Frios do município para justificar a ausência e desbloquear o aplicativo. Em breve, o próprio aplicativo terá uma opção de justificativa.

Conforme o secretário, as pessoas que, mesmo após os 30 dias de bloqueio, não comparecerem novamente após agendamento, poderão ter o CPF bloqueado por mais de 30 dias. “Serão 60 dias sem poder vacinar. Isso é pra gente regular e ser justo com quem quer se vacinar”, afirmou.

 

O secretário falou ainda sobre a recusa de muitas pessoas em tomar a Coronavac: “Nós vamos receber mais 5 mil doses da Coronavac, que é a vacina que está sendo mais criticada e rejeitada, então quem agendar e não comparecer vai ser bloqueado. Mas ela funciona, tem eficácia, há muitos estudos que comprovam isso. Ou seja, escolher vacina num situação dessa é querer fazer roleta russa, é querer fazer graça com uma coisa séria”, lamentou.

Fonte: G1