Governador assina protocolo para instalação de indústria do grupo K1 em Santa Rita

O governador João Azevêdo assinou, nesta segunda-feira (1º), protocolo de intenções para a instalação de uma unidade industrial do grupo K1 na Paraíba. A empresa, que irá funcionar no município de Santa Rita, deve investir cerca de R$ 160 milhões no estado e gerar 500 empregos diretos e 1.000 indiretos.  O grupo atua no mercado moveleiro há 25 anos e é atualmente a maior no segmento na América Latina.

O projeto, que terá 95 mil m² de área construída e deverá ser iniciado no segundo semestre de 2021, já se posiciona como a segunda maior indústria de transformação da Paraíba, no que tange ao seu potencial de faturamento, contribuindo para o desenvolvimento econômico sustentável e social do estado.

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual destacou a importância da instalação da empresa para a Paraíba. “O estado abre as portas para receber um grupo do tamanho e da envergadura do K1, o que vai impulsionar ainda mais a nossa economia, nos tornando referência nacional e internacional na fabricação de móveis, considerando que o grupo K1 está presente em 47 países e tem mais de 30 mil pontos de venda. Nós temos feito grandes esforços e buscado parcerias para promover o desenvolvimento da Paraíba e garantir a melhoria da qualidade de vida da nossa população. Nós temos um forte potencial econômico, uma infraestrutura eficiente e somos o segundo estado mais competitivo do Nordeste, de acordo com o ranking do Centro de Liderança Pública”, frisou. 

O diretor presidente da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep), Rômulo Polari Filho, ressaltou que o estado tem conseguido atrair grandes empresas apesar da crise financeira que afeta o país em virtude da pandemia do coronavírus. “Esse foi um trabalho que iniciou em fevereiro de 2020, abraçamos esse projeto, desenvolvemos esse estudo de viabilização, fizemos a articulação junto à Sudene, Banco do Nordeste e Prefeitura de Santa Rita que culminou com a assinatura de hoje com a empresa que parte como a segunda maior da Paraíba, graças a nossa gestão fiscal. O local onde ela será instalada vai se tornar um polo moveleiro e esse é um ato muito importante porque o grupo K1 é o maior do segmento na América Latina”, comentou.

O prefeito de Santa Rita, Emerson Panta, evidenciou o trabalho do estado e do município para oferecer as condições necessárias para a implantação de uma indústria de grande porte. “É motivo de alegria e a nossa cidade dá boas vindas ao grupo K1, que faz parte do maior polo moveleiro da América Latina, e muito nos orgulha a instalação da sua fábrica no nosso município. A escolha pelo estado reflete a situação fiscal e de estabilidade, assim como a nossa cidade ofereceu as condições necessárias para viabilizar esse projeto”, falou.

O superintendente da Sudene, Evaldo Cruz, destacou a atuação do órgão para colaborar na atração de investimentos para o estado. “Estamos cada vez mais próximos da Cinep, tentando trazer e agregando novas empresas para o estado e participamos desse processo, através do empenho financeiro de R$ 80 milhões para a instalação da fábrica, por meio de recursos do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste, além da política de incentivos fiscais que isentará a empresa em até 75% em imposto de renda pessoa jurídica. Como superintendente atual da Sudene, me sinto muito honrado em participar desse projeto e na certeza de que novas ações estão vindo para a Paraíba”, falou.