‘É preciso ver o interesse do brasileiro’, diz novo presidente da Petrobrás

O general Joaquim Silva e Luna, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para o comando da Petrobras, afirmou neste sábado (20) que é preciso olhar a empresa sob a perspectiva dos investidores, mas também do brasileiro que precisa se locomover e abastecer seu veículo.

“São três aspectos na situação atual que precisam ser levados em conta: a valorização do petróleo e do dólar, o interesse do investidor, que está de olho no preço das ações, e também o interesse do país e do brasileiro que precisa se locomover e abastecer seu veículo”, afirmou Silva e Luna. “É preciso olhar o investidor, mas também o brasileiro”.

Silva e Luna disse ainda que o presidente não fez nenhum pedido a ele com relação à administração da empresa. Nos últimos dias, Bolsonaro fez duras críticas à política de preços da adotada pela Petrobras e afirmou que os aumentos foram excessivos.

G1