Davi Alcolumbre faz homenagem ao senador José Maranhão: ‘apenas substituo o destinatário’

Em sua despedida da presidência do Senado Federal, Davi Alcolumbre (DEM) fez uma homenagem aos senador José Maranhão (MDB), que segue internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Villa Nova Star em decorrência de complicações da Covid-19. Por ser o mais antigo da Casa, ele deveria conduzir a sessão para a eleição da nova Mesa Diretora da Casa.

Ao fim da votação, ele reproduziu a fala de José Maranhão, que há dois anos proclamou o resultado da votação que o consagrou como presidente, destacando que o paraibano pronunciou, na época, ‘uma belíssima mensagem de improviso’.

“Naquela ocasião, assim se dirigiu a mim, sua excelência o senador José Maranhão, e nessa ocasião assim gostaria de me dirigir ao senador Rodrigo Pacheco, porque a essência do momento e da mensagem é a mesma. Disse sua excelência, o decano José Maranhão: Eu quero nesse momento congratular-me com o senador Rodrigo Pacheco pela sua eleição à Presidência do Senado da República, desejando-lhe todo sucesso, todo êxito, lembrando a vossa excelência, que doravante não existem mais 2, 3, 4 ou 5 candidaturas,  existe um Senado da República. E caberá, sob a responsabilidade do senador Rodrigo Pacheco, conduzir essa casa com equilíbrio, altivez e independência em favor do Brasil”, lembrou.

O senador Rodrigo Pacheco foi eleito nesta segunda-feira (01) com 57 votos. Ele venceu Simone Tebet, que obteve 21 votos.

O senador José Maranhão está sendo substituído, no Senado, pela suplente de senadora Nilda Gondim.