CORONAVÍRUS: Mandetta diz que PB deve decidir se cancela São João de Campina, mas prefeito tem ‘esperança’ que festa será mantida

Em meio à pandemia do Covid-19, o novo coronavírus, o ministro da saúde Luiz Henrique Mandetta disse que o Governo da Paraíba deve decidir, ‘no momento certo’, se mantém ou não a realização do ‘Maior São João do Mundo’, em Campina Grande.  A questão foi suscitada pelo próprio ministro, em entrevista coletiva, nesta sexta-feira (13), em São Paulo.  Na manhã deste sábado (13), a Paraíba registra 14 casos suspeitos do coronavírus, mas a expectativa das autoridades é que os primeiros casos confirmados da doença devam ocorrer em breve.

O auxiliar do presidente Jair Bolsonaro se colocou à disposição dos governadores, prefeitos e secretários de saúde estaduais e municipais para combater o avanço da doença, mas destacou que, apesar da orientação federal para que sejam evitados eventos que causem aglomerações, quem deve decidir sobre o cancelamento das grandes festas são os governos estaduais, levando em consideração o contexto de cada região.

“Algumas medidas que cobram uma clareza, como se fossem nacionais, elas são de âmbitos estaduais. Então, vamos exemplificar. O que eu faço com eventos? Eu não posso, não é função da União chegar e falar assim, nós vamos cancelar o evento. Outro dia chegaram e me perguntaram o pessoal da Paraíba, ‘Vai ter Campina Grande? Vai ter São João?’ Ah, mas espera aí, isso está lá na frente, é vocês que vão analisar, no momento certo, se terá ou se não terá. As coisas que acontecem no âmbito dos estados, os estados é que tomam as suas decisões. Nós damos as orientações gerais”, disse Mandetta.

Veja Vídeo

http://https://youtu.be/u6gXScpBfw0

Orientação federal

O ministro Mandetta sustentou que a recomendação do Governo Federal é que haja um recuo nos eventos em que haja aglomeração, mas ressaltou que a decisão cabe às autoridades locais. Ele utilizou o exemplo de São Paulo, que está adotando uma série de medidas emergenciais, como a suspensão de aulas e de eventos com mais de 500 pessoas.

“Aglomerações são bem-vindas? Não. Então, gradativamente, medidas vão sendo tomadas com o respaldo do Ministério da Saúde. Essas medidas que o governador, que os secretários vão colocar a respeito de aulas, a respeito de eventos, o Ministério da Saúde é parceiro e está ao lado, elas estão corretas, do ponto de vista técnico, científico e principalmente do tempo, do time e da maneira como se vai fazer”, ressaltou.

Sem precipitação

Por meio de nota enviada à reportagem do Polêmica Paraíba, a prefeitura de Campina Grande informou que o prefeito Romero Rodrigues usará a ‘prudência’ para decidir sobre o assunto, e que o gestor não tomará decisões precipitadas sobre o São João. Segundo a nota, o prefeito tem “sincera esperança de que a festa será realizada”. (Confira a nota abaixo)

Em mensagem enviada à reportagem, o secretário de Estado da Saúde Geraldo Medeiros disse que o coronavírus não deve prejudicar a realização do São João de Campina Grande. “Acho que o São João é um evento que ainda tem uma distante grande e nós acreditamos que até lá o coronavírus já estará em fase decrescente”, avaliou.

Coronavírus na Paraíba

O governador João Azevêdo (Cidadania) determinou, nesta sexta-feira (13), a decretação de situação de emergência em saúde pública em virtude da epidemia de coronavírus. A medida foi publicada no Diário Oficial do Estado deste sábado (14), tem caráter preventivo e objetiva assegurar estruturas necessárias para o enfrentamento de possíveis casos no Estado.

O decreto também determina a criação do Comitê de Gestão de Crise, que será coordenado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) e pelo Gabinete do Governador e contará com a participação de representantes das Secretarias. O grupo já tem sua primeira reunião agendada para a próxima segunda-feira (16), ocasião em que serão discutidas questões relacionadas a eventos com aglomeração de pessoas na Paraíba, dentre outros assuntos relacionados ao coronavírus.

O Maior São João do Mundo

A Prefeitura de Campina Grande já fez o lançamento oficial da programação da 37ª edição do Maior São João do Mundo, que deve ocorrer no Parque do Povo. O evento deve acontecer de 5 de junho a 5 de julho. Segundo a programação divulgada no último dia 06, a abertura ficará sob responsabilidade de Flávio José, e Santanna deve fazer o encerramento da festa.

Leia abaixo a nota da Prefeitura de Campina Grande 

Qualquer decisão à essa altura seria uma inoportuna precipitação. O prefeito Romero Rodrigues usará a prudência que sempre tem marcado as decisões dele em frente aos desafios. Seja pela preservação, em 2020, de um evento de quase 40 anos de realização ininterrupta, seja, dentro do tempo correto, se for necessário, por tomar uma decisão extrema em favor do bem estar da população. Mas Romero é um otimista incorrigível e tem sincera esperança de que a festa será realizada, tornando-se a mais exitosa adição da história, dentro de um cenário de superação integral do problema do Coronavírus, sob as bênçãos de Deus, de São João e de todos os santos.

 

Fonte: Polêmica Paraíba

Créditos: Polêmica Paraíba

Deixe uma resposta