Cesta básica compromete cerca de 63% do salário mínimo em Campina Grande, diz Procon

Uma pesquisa do Procon de Campina Grande constatou que o custo da cesta básica pode chegar a R$ 693,53 em supermercados da cidade. O levantamento, divulgado nesta segunda-feira (12), apontou que o preço subiu cerca de 0,5% em relação ao custo observado na pesquisa anterior.

Os dados mostram que, para um trabalhador com rendimento de um salário mínimo, o comprometimento com a cesta básica é de 63,05%. A pesquisa considera 13 produtos da cesta básica e mais 39 produtos da rotina de compras do consumidor paraibano.

De acordo com o Procon, os dois produtos com maior impacto no valor total da cesta no mês de julho, em Campina Grande, foram produtos de limpeza – sabão em barra, que custava R$ 7,33 e passou a custar R$ 8,00, e desinfetante, que custava R$ 3,88 passou para R$ 4,23. Outros produtos como café em pó (7,54%), açúcar (6,12%) e margarina (5,06%) também apresentaram aumentos consideráveis.

As maiores variações de preços ficaram com os seguintes alimentos: chuchu (363,6%), que pode ser encontrado por R$ 0,99 até R$ 4,59; cebola (353,0%), por R$ 0,99 até R$ 4,49; coentro (308,2%), por R$ 0,49 até R$ 2,00; mamão (303,0%), R$ 0,99 até R$ 3,99; o sal moído (285,0%), de R$ 0,49 até R$ 1,89; a batata inglesa (276,7%), de R$ 1,59 até R$ 5,99; o inhame cará (276,0%), de R$ 1,59 até R$ 5,99; e o absorvente (259,2%), de R$ 1,25 até R$ 4,49.

Fonte: G1