NOVIDADES NO CASO: acontece hoje (29) a segunda audiência de instrução do caso Expedito Pereira

Uma nova audiência para definir se os acusados de matar o ex-prefeito de bayeux, expedito pereira, vão a júri popular acontece hoje.

No último dia 10 foi realizada a audiência de instrução com os depoimentos dos acusados e das testemunhas da morte.

Os acusados pelo crime são os réus Leon nascimento dos santos, apontado como executor do crime, José ricardo Alves pereira, sobrinho de expedito pereira e apontado como o mandante do crime, e Gean Carlos da silva nascimento, o intermediador, que está foragido.

Daniel Alisson, advogado de Gean Carlos, conversou com a TV cabo branco e informou que o acusado alega que não teve participação no caso e que apenas emprestou uma moto para um amigo. além disso, declarou que seu cliente não está foragido, mas que teria tomado destino ignorado quando teve a prisão decretada.

O delegado Victor melo explicou que Gean, ricardo e Leon trabalharam juntos no crime, que aconteceu no dia 9 de dezembro de 2020. eles tiveram a prisão temporária convertida em prisão preventiva pela justiça.

Hoje uma das filhas de expedito, Vania pereira, espera que os réus vão a júri popular.