‘A MAIS SENSÍVEL DAS RESPOSTAS’: desembargadora Fátima Bezerra descreve lágrima de José Maranhão em UTI de hospital

Em mais um relato emocionado, a desembargadora Fátima Bezerra descreveu um momento de amor e fé ao lado do esposo, o senador José Maranhão (MDB), que segue internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em tratamento contra as complicações da Covid-19.

O parlamentar de 87 anos é acompanhado pela esposa e pela filha, Alice Maranhão, no 1.109 apartamento do Hospital Vila Nova Star, em São Paulo.

Entre noites e dias ao lado do ex-governador, Fátima encontra nas palavras uma forma de registrar recordações, sentimentos e momentos dramáticos ao lado do marido.

Neste fim de semana, ela descreveu a reação que o senador teve ao ser beijado por ela nas mãos e no rosto. Um sinal de perseverança e, sobretudo, de esperança.

“uma lágrima desce do seu olho esquerdo e escorre sobre a sua face… Choro com você Meu Amor diante da impotência da medicina em nos tirar desse sofrimento…”, escreveu.

Confira o relato na íntegra a seguir:

“E ainda existem aqueles que não temem vírus e contaminações. E ainda existem aqueles que ficam indiferentes ao sofrimentos dos que precisam de oxigênio para sobreviver. E ainda existem aqueles que insistem em viver pondo em risco suas vidas e vidas alheias.

Num frio corredor de um Hospital de ponta em São Paulo, passo pelas UTIs humanizadas e percebo novos ocupantes vítimas do Covid. Já Vi famílias saírem em prantos e também em regozijos. Porém, alguns continuam na caminhada conosco e quando eventualmente os acompanhantes se encontram, trocamos orações e boas vibrações.

Entro no 1109 com o coração repleto de esperança.

Antes de me dirigir ao meu esposo, deitado em seu leito de luta, com trajes e armaduras de honrado cavaleiro, observo o olhar de minha filha que há dois meses está nessa guerra contra o vírus ao lado do seu pai.

Só seu olhar é o termômetro do dia. Vejo a perseverança ser irradiada com serenidade.

Beijo as mãos e o rosto do meu amado. Volto a beijar e beijo de novo e recebo de volta, a mais sensível das respostas: uma lágrima desce do seu olho esquerdo e escorre sobre a sua face…
Choro com você Meu Amor diante da impotência da medicina em nos tirar desse sofrimento…

Ela se aproxima de nós e me aponta os parâmetros, como um anjo iluminado, ajudando- me a recobrar a paz. Vamos vencer, minha mãe!”

Desembargadora Fátima Bezerra